quinta-feira, 8 de outubro de 2009

NOTA OFICIAL DA COMISSÃO DIRETORA NACIONAL PROVISÓRIA DO PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB

Publico o e-mail que recebi da Suêd Haidar, Presidente da Comissão Diretora Nacional Provisória do PMB, referente a tentativa de golpe que tentaram fazer contra o PMB no TSE.


NOTA OFICIAL DA COMISSÃO DIRETORA NACIONAL PROVISÓRIA DO PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB,
SOBRE A TENTATIVA DE UM ‘GRUPO DE PIRATAS’ EM OBTER, JUNTO AO T.S.E., REGISTRO EM NOME DO PARTIDO

Após vários anos de trabalho e de militância social e política, na busca da elevação e da consolidação da importância da mulher brasileira no cenário nacional, decidimos, coletivamente, em 2008, materializar esse anseio feminino. Buscamos o acesso e o preenchimento dos vácuos políticos que às mulheres são, histórica e legitimamente, devidos. E conseguimos !
Assim surgiu o PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB. Com dignidade. Com honra. Com legitimidade e com ética.

Após um movimento de sensibilização e de árduo trabalho em dezessete Unidades Federativas de nosso País foi criado o Estatuto, o Manifesto e o Programa partidário, obedecendo às vozes e aos desejos que afloraram desse grupo liderado por Suêd Haidar e corporificado dentro dos mais legítimos preceitos jurídicos, eleitorais, morais e éticos.

Mas ética, neste país, é coisa que está, cada vez mais, a rarear.
E foi, por certo, na ausência desses preceitos éticos que um cidadão, se assim podemos chamá-lo, revestido de puro oportunismo e, com certeza, de má-fé, tentou ‘registrar’ o nome do PARTIDO DA MULHER BRASILERA – PMB. Atitude que classificamos como desonesta, indigna e totalmente carente dos mais rudimentares referenciais de racionalidade.

Dessa forma, esclarecemos que essa iniciativa não partiu da Direção Nacional Provisória do PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB, mas sim de um sujeito que deve se encontrar a serviço de algum grupo que visualizou na sigla PMB uma forma oportunista de se fazer política.

É lamentável que ainda existam homens indignos querendo se aproveitar do esforço e das conquistas das mulheres. Repudiamos de forma veemente e excluímos qualquer possibilidade de aliança ou de acolhimento nas fileiras de nosso Partido de pessoas dessa natureza.

A esse personagem de São Paulo, recomendamos procurar os bastidores e os submundos de alguns dos partidos políticos já existentes e suscetíveis às mais nocivas e repugnantes negociações. Certamente há de lá encontrar espaço para seus desejos, se locupletando e servindo aos interesses escusos que tanto tem maculado o cenário político nacional.

Para essa tentativa repugnante de ‘golpe’ entendemos que o caminho que melhor se apresenta é o segmento jurídico. E através dele, e dos instrumentos legais e cabíveis que ainda existem numa democracia, estaremos dedicando todos os esforços para que a reparação de eventuais danos à imagem do PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB seja efetuada de forma rápida.

Reafirmamos nosso compromisso com todos os nossos parceiros nacionais.
O PMB é novo como Partido. Mas tem na raiz, a dignidade da mulher brasileira.

O PARTIDO DA MULHER BRASILEIRA – PMB é uma conquista das mulheres e continua firme nos seus propósitos, contando com a colaboração de seus seguidores nos Estados onde já se encontra em atuação.

SUÊD HAIDAR
Presidente da Comissão Diretora Nacional Provisória do PMB

Um comentário:

ProfLu08 disse...

Olá Suêd Haidar!!!
Sou Caroline Frota e gostaria de manter contato com a amiga, para entrar na guerra pela criação do PMB , e ajuda-la a alcançar as assinaturas que faltam para criação do nosso partido. Gostaria de manter contato, porisso deixo o numero do meu telefone para contato, 098 81532595 Email: carolfrotacastro@hotmail.com.
Conte comigo!
Aguardo seu contato.
Carol

 
PageRank